quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

6 meses!!!

7 comentários
E hoje meu gostosinho completa SEIS MESES de vida! Seis meses, meio ano! Parece tanto tempo, mas ao mesmo tempo, a sensação é de que ele já está conosco há uma vida inteeeeira!

Tão difícil lembrar da vida ANTES dele! E tão absurdo pensar numa vida SEM ele!

E, com o passar dos dias, vamos nos adaptando à nossa nova rotina, com a minha volta ao trabalho. Acordo as 5h30, tomo banho, ajeito tudo. Tiro ele do bercinho as 6h00 (morreeeendo de pena de fazê-lo!), troco, dou mamar. E saímos de casa por volta de 6h30, 6h40. À noite, pego-o na casa da vovó e muitas vezes ele ja chega em casa dormindo, para o desapontamento da mamãe. Mas deixo, porque ele acorda muito cedo e sei que esse soninho é importante.

Às vezes rola um contratempo na rotina. Ontem mesmo, estávamos prontos para sair de casa, o mocinho fez cocô e fui trocar rapidinho. Ao coloca-lo no trocador ouvi um barulhinho estranho na garganta. Foi o tempo de senta-lo: três jatos enooormes de leite! Vomitou tudo e mais um pouco, muito, mas muito mesmo! Nunca tinha visto isso! Lavou toda a roupinha dele, encheu o trocador, encheu o tapete, me deu um banho! Conclusão: troca o bebê, limpa tudo, e mamãe volta pro banho!!! rs... E primeira lição aprendida: não existe programação nem hora rígida para sair com um bebê em casa!!!

E junto com tudo isso, vamos testemunhando, a cada dia, a transformação daquele bebê pequenininho e chorão num rapazinho lindo, forte e muito alegre! Felipe está, para alegria de todos, a cada dia mais gostoso! Ri, brinca, interage, "conversa", faz carinho... Distrai-se com as mãozinhas, com os pezinhos, com qualquer coisa que passe ao seu redor. Adora uma televisão e fica louco quando vê tudo aquilo que curte: o mobile do berço, o macaquinho amigo, a lata de panetone que virou batuque, a planta do quintal da casa da vovó, o portão que quer a todo custo levar à boca, o bonequinho do espelho retrovisor do carro, a estampa do trocador que o faz querer se virar o tempo todo para pega-la...

Continua amando suas frutinhas e, depois de doze dias de papas de legumes, ainda faz careta nas primeiras colheradas, mas come tudinho.


"Hora da frutinha, que hora mais feliz!"


Já está sociável e comportado o suficiente para frequentar reuniões e eventos sociais.

Continua dormindo a noite inteira, quase todos os dias. Mas em muitos chora dormindo (pesadelos, segundo a pediatra, que deixam a mamãe louca de pena e sem saber direito o que fazer...).


Está se comportando bem direitinho com a vovó e com a babá. E faz a maior festa quando vê a mamãe e o papai chegando do trabalho (é normalmente a melhor parte do meu dia!).


Anda preguiçoso para se virar e sentar. Já se virou, o que prova que consegue, mas não dá muita bola pra isso não... Prefere ficar quietinho contemplando a própria mão ou fazendo contorcionismos com os pés... E até fica sentado por uns poucos segundos sem apoio, mas logo tomba para um dos lados.


Enfim, o tempo está passando. E ouso dizer que é chegada a fase de acharmos que está indo muito depressa!



Filho, parabens pelo seu meio ano de vida. Foram os meses mais intensos, malucos, tumultuados da nossa vida. Mas foram também os meses mais cheios de amor! Obrigada por tornar nossa vida tão maravilhosamente louca e feliz!!!


segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Nham nhaaaam...

10 comentários

Mamãe, uma delícia essa tal melancia!!!

***

E no sábado, 12/01, Felipe também foi apresentado às papas salgadas!

Começamos por uma de abóbora com batata, brócolis, alface e músculo. A "sessão caretas" foi garantida!

Mas, mesmo em meio às caretas, um pouco de ânsia e até umas leves engasgadinhas, não é que o rapazinho comeu um montão? E ontem repetiu a dose com uma papinha de mandioquinha com chuchu, brócolis, alface e frango.

É... meu rapazinho está crescendo mesmo!!!

*-*

sábado, 12 de janeiro de 2013

5,5 meses!

3 comentários
E a chegada dos cinco meses do Felipe coincidiu com o Natal e, logo depois, com a minha volta ao trabalho. E era tanta coisa pra falar, tantas novidades acontecendo, que acabei não registrando esse importante marco.

De repente me dou conta que meu bebê, que até ontem era um RN, está crescendo rápido!

Me pego pensando "quando ele fizer tal coisa...", "quando ele usar tal coisa...", e muitas vezes me surpreendo ao perceber que esses momentos JÁ chegaram! E às vezes me parece que ele já está maior e mais capacitado do que eu realmente consigo ver...

Passamos super bem Natal e Ano Novo. Ele dormiu nos dois dias por volta das 21h, logo após mamar, e ficou no carrinho o tempo todo, no maior sono gostoso. Só no reveillon que acordou na hora dos fogos, mas não chorou. Só observava tudo com a maior cara de "o que é isso?". E quando chegamos em casa, dormiu a noite toda.

As últimas semanas foram de muitas novidades também no desenvolvimento dele.

- Já ensaia gragalhadas deliciosas (embora seja seletivo e não as distribua livremente por aí; mas quando quer, gargalha gostoso!).
- Faz barulhinhos novos com a boca, que são uma delícia (o "do momento" é colocar a língua prá fora e assoprar, mandando uma chuva de baba!).
- Está ficando super bem com a vovó e a babá enquanto eu vou trabalhar.
- Está a cada dia mais apaixonado pelo vídeo do Pintinho Amarelinho, a ponto de rir e gritar para a tela.
- Voltou a dormir bem, sendo a regra ir direto a noite toda.
- Passou por uns dias de sono conturbado, onde chorava dormindo, mas melhorou.
- Está acordando cedo (ou melhor, EU o estou acordando cedo!), para mamar antes de sairmos para o trabalho.
- Provavelmente por conta disso, há dias está engrenando um bom soninho por volta das 20h; vai direto até 21h30/22h, quando eu o acordo para a última mamada da noite, e engata novamente no soninho até o dia seguinte.
- No dia 31/12/12 virou de bruços pela primeira vez, e ficou com a maior cara de "olha só o que eu sei fazer!".
- Quer sentar, e já percebeu que se jogar o corpinho pra frente um pouco, é mais fácil se equilibrar.
- Cortou o cabelo pela primeira vez em 01/01/13.
- Pega a mamadeira bem com a babá, e quando estou em casa, continua aceitando o peito sem qualquer problema.
- Na última quarta, em consulta com a pediatra, mediu 70cm e pesou 8.515kg - um meninão!
- Vamos iniciar as papas salgadas - empolgação master por parte da mamãe!!!

Nossa, é taaaanta coisa acontecendo que me parece que posso ficar um dia aqui, escrevendo e registrando, que não será suficiente.

Estamos nos virando até que bem com o tempo apertado pela minha volta ao trabalho. Bebê está feliz e bem cuidado, e mamãe e papai tem conseguido dormir, comer, tomar banho, conversar... rs! Tudo caminhando como deve ser!

O Baby Noel mais lindo!
Prontos para 2013!
Primeiro corte de cabelo!
Rolando pela primeira vez!
Meu dentuço-coisu-lindu-da-mamãe!!!



terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Reflexões - e a culpa ataca novamente...

10 comentários

Aos pouquinhos, estamos engrenando numa nova rotina... A minha volta ao trabalho nos impôs um ritmo bem puxado, mas é o único possível nessa fase da nossa vida, então... vamos lá, né?

Acordo às 05h00 para tomar banho e me arrumar. Às vezes o pitico fica dormindo, às vezes acorda com a movimentação da casa. Aí é “se vira nos trinta”: já dei mamar logo que saímos da cama; já deixei resmungando no carrinho enquanto eu tomava banho; já pus acordado no carrinho e dormiu enquanto eu me arrumava; já tive que acordá-lo (oh, dó!) para mamar antes de sair de casa... Tudo isso acontece antes das 06h30, horário limite que temos que sair. Ele fica na vovó às 06h45. Às 08h00 chega a babá e às 08h30, ele toma suquinho. Mamadeira às 10h00 (por enquanto tenho conseguido deixar leite congelado para parte das mamadas). Às 13h00, papinha de frutas (continua sucesso!), seguida de leitinho. Às 16h00, mais mamadeira. Banho às 17h00 e leite às 19h00 (peito se eu tiver chegado, ou mamadeira). E último ‘tetezinho’ do dia por volta de 21h30/22h00.

Como saio às 06h30 e chego por volta de 19h/20h, boa parte da rotininha dele fica sob a responsabilidade da babá e da vovó. Ou seja: banho, suquinho, frutinha, e futuramente as papinhas, só são atribuições da mamãe aqui aos finais de semana e feriados. Não tem como ser diferente. Mesmo o banho, que em tese poderia ser dado mais tarde, fica difícil, pois teria que encaixá-lo num horário já corrido (quando estamos preparando algo para comer, comendo, tomando nosso banho, arrumando as coisas para o dia seguinte...), e correndo o risco de bagunçar os horários de fome dele...

E domingo, ao terminar de dar a frutinha, me bateu uma tristezinhaaaa... Fiquei pensando que nos próximos dias, será a babá a dispensar a ele todos esses cuidados. E pensei no quanto é difícil “terceirizar” os cuidados com o meu filho! E a culpa bate forte... Saio de casa com ele dormindo e, quando volto, ele já está chatinho de sono. Além de não fazer pessoalmente muitas coisas, como dar as comidinhas, o mamar, o banho, também não tenho oportunidade de passar muito tempo com ele. Durante a semana, quase nada...

Nessas horas, apesar de amar ter meu trabalho e minha independência, confesso que me pergunto quem foi a “cretina” que resolveu queimar sutiãs e exigir direitos (e deveres!) iguais aos dos homens!!!

...

Mas, pra contrabalancear, na segunda-feira, a caminho do trabalho e às voltas com esses pensamentos, outra realidade impactante tomou conta de mim: apesar de qualquer coisa, qualquer dificuldade, e mesmo em meio à rotina mais maluca, MEU FILHO ESTÁ AQUI, NO MUNDO! Meu filho saiu do plano das idéias e agora está aqui, na nossa vida. Claro que essa é uma realidade super presente há alguns meses, mas é incrível como, às vezes, isso ainda cai sobre mim de forma tão intensa! Como se em determinados momentos eu efetivamente tivesse consciência da presença dele. Acho que nessas horas eu me recordo, com a alma, o quanto ele foi desejado...

E com isso, vamos encarando os dias, moldando a rotina, errando muito e tentando acertar mais ainda, mesmo que às vezes sem conseguir. Com apenas uma única certeza: de que estou sendo a melhor mãe QUE POSSO SER...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Volta ao trabalho!

4 comentários

Pois é... Chegou 2013 e, com ele, o meu retorno ao trabalho.

Engraçado que, ao sair de licença, tive a sensação de que ficaria um século sem pisar no escritório, que cinco meses é um tempão e que demoraria muuuuito para eu voltar.

Ledo engano!

Os cinco meses e doze dias – para ser bem precisa – passaram VOANDO! Meu filhote ainda é tão pequenininho e já tive que me separar dele durante o dia inteiro!

Estamos no esquema babá + vovó. Saio bem cedo de casa (graças ao trânsito h-o-r-r-o-r-o-s-o de São Paulo) e o deixo na casa da vovó Suely, que fica com ele até a babá chegar, às 08h00. Na prática, as duas acabam passando o dia se revezando nos cuidados com o pequeno (porque a vovó não agüenta ficar longe! rs...) e quando a babá vai embora, as 18h00, a vovó assume sozinha novamente, até eu chegar.

Ontem o dia foi difícil, pois senti muita saudade do meu gordinho! Mas, pra ser bem sincera, achei que seria mais complicado. No fundo, sei que meu trabalho é importantíssimo para garantirmos uma vida bacana pra ele. Bons colégios, passeios, viagens... E quantas milhares de famílias enfrentam isso hoje em dia? Nós seremos apenas mais uma e tudo vai dar certo! Foi com esse pensamento que encarei o dia de ontem e estamos seguindo.

Ele, por sua vez, passou o dia bem, segundo o “boletim da vovó”. Comeu, dormiu, brincou... ficou meio chatinho nas horas do soninho, mas acabava dormindo e acordava bem e feliz.

E eu, no fim do dia, fui correeeeendo embora, louca para chegar, dar um abraço bem gostoso e ficar agarradinha com ele. E assim fizemos! :-)


Filhote, sei que, por mais que você esteja bem cuidado pela vovó e pela tia Sheila, e já esteja acostumado com elas, deve sentir a falta da mamãe e do seu tetezinho... Mas essas horinhas que passaremos longe a partir de agora são importantes para garantir o futuro que tanto sonhamos para você, filho! Quero muito que você sinta orgulho da sua mamãe, não apenas como ‘mãe’, mas também como profissional! E eu e o papai batalhamos duro para que possamos te garantir a vida que queremos.
Tudo o que fazemos hoje, é por você, filho! Nunca duvide disso!!!